Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
2

Oposição desafia Ribeiro e Castro

A liderança de Ribeiro e Castro à frente do CDS-PP foi ontem reconfirmada pela votação de quase cinco mil militantes do partido. Mas os apoiantes de Telmo Correia, candidato derrotado no último congresso, já desafiaram o líder a repensar a realização de eleições.
20 de Junho de 2005 às 00:00
O líder do CDS-PP mostrou-se satisfeito com os resultados
O líder do CDS-PP mostrou-se satisfeito com os resultados FOTO: Gonçalo Oliveira
Num recado directo às críticas de António Pires de Lima, vice-presidente da direcção de Paulo Portas e acérrimo crítico da eleição directa, o líder democrata-cristão pediu “respeito” aos antigos dirigentes pela vontade dos cinco mil participantes.
Ribeiro e Castro mostrou-se entusiasmado com a participação na votação presencial directa do líder e, recusando falar no nível de adesão aos referendo internos já feitos no CDS-PP, lembrou que “quem conhece o partido sabe que estes resultados são muito bons”. E frisou que os resultados da eleição directa representam “um momento histórico para o partido”.
Mota Soares, ex- secretário-geral, considerou que o resultado traduz alguma “falta de entusiasmo” e desafiou a actual direcção a repensar a institucionalização das directas.
Já António Pires de Lima entende que “não se podem encarar as reticências em relação ao processo como uma falta de respeito” e lembrou que “os dirigentes do partido também têm que respeitar quem não se revê naquela metodologia”. O ex-dirigente afirmou ainda que o facto de não ter ido votar “não significa que não respeite a actual liderança”.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)