Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
3

Os cem dias do regresso de Portas

Paulo Portas regressou à liderança do CDS-PP há precisamente cem dias, um período marcado pela perda do único vereador do partido em Lisboa e pela publicação de notícias que dão conta de suspeitas sobre o financiamento do partido.
1 de Agosto de 2007 às 00:00
Paulo Portas, líder do PP
Paulo Portas, líder do PP FOTO: Vítor Mota
Depois de presidir ao CDS-PP entre 1998 e 2007, Paulo Portas anunciou a sua intenção de regressar à liderança dos democratas-cristãos a 1 de Março e, depois de quase dois meses de polémicas jurídicas internas, conseguiu ver aprovado o método de eleições directas para a sua disputa com o então presidente Ribeiro e Castro.
Eleito a 21 de Abril com quase 75 por cento dos votos, Portas foi confirmado líder no Congresso de Torres Novas, reunião que aproveitou para anunciar a escolha de Telmo Correia para encabeçar a lista do CDS-PP para a Câmara Municipal de Lisboa.
O CDS-PP vai fazer a sua ‘rentrée’ política no Norte do País, numa iniciativa virada para novas formas de comunicação do partido e que deverá acontecer no último fim-de-semana de Agosto. O secretário-geral, João Almeida, disse que a ‘rentrée’ irá fugir ao habitual formato do jantar ou comício.
Ver comentários