Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
2

Os médicos estão mal distribuídos

Francisco Louçã alertou ontem para a “falta de articulação” entre os centros de saúde e os hospitais e defendeu uma melhor distribuição dos profissionais pelas diferentes unidades de saúde.
19 de Novembro de 2005 às 00:00
“Falta um conceito de um serviço nacional de saúde que articule os centros de saúde com os hospitais e essa é talvez a falta mais importante”, afirmou o candidato presidencial apoiado pelo Bloco de Esquerda, após uma visita ao Centro de Saúde de Sete Rios e a extensão de saúde de Camarate.
Para Louçã “é isso que permite às pessoas terem a certeza de que são atendidas nas condições a que têm direito e não terem de ir ao hospital por causa de uma gripe”.
O candidato presidencial criticou ainda as declarações do ministro da Saúde, Correia de Campos, considerando que não existem médicos a mais, mas que estes estão mal distribuídos. “Até agora, o que eu vi foi médicos a menos”, rematou.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)