Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
1

Ota: Alenquer e Azambuja admitem processar Estado

As Câmaras Municipais de Alenquer e da Azambuja admitiram esta quarta-feira recorrer aos tribunais caso o Governo opte pela construção do futuro aeroporto em Alcochete.
26 de Setembro de 2007 às 17:53
Segundo as autarquias socialistas, o anúncio da construção do novo aeroporto na Ota, há três anos, levou à proibição da construção e instalação de novas habitações e empresas naqueles terrenos, o que tem lesado os municípios e a população.
Face a este prejuízo, as Câmaras admitiram vir a processar o Estado, caso o aeroporto seja construída em Alcochete.
TAP NÃO PODE FUNCIONAR EM DUAS ESTRUTURAS
Por sua vez, o presidente da TAP – Transportadora Aérea Portuguesa, Fernando Pinto, falou esta quarta-feira pela primeira vez sobre a construção do futuro aeroporto de Lisboa, considerando “inviável” a proposta ‘Portela 1’.
Em declarações aos jornalistas, Fernando Pinto afirmou que “esse seria o maior erro que podíamos efectivamente construir”, pois para uma empresa como a TAP, “é inviável" operar em duas estruturas.
O presidente da companhia portuguesa não se pronunciou sobre qual seria a melhor solução, referindo apenas que a Portela está esgotada e que é necessário estudar muito bem a acessibilidade à nova infra-estrutura, explicando que o facto de estar perto da cidade não significa, obrigatoriamente, que seja o caminho que menos tempo leve a percorrer.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)