Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
9

PACHECO ESCREVE CONTRA SANTANA

“Coisas que devem ser ditas”. Assim se intitula o artigo de opinião publicado esta quinta-feira na Imprensa portuguesa pelo eurodeputado social-democrata Pacheco Pereira, vice-presidente do Parlamento Europeu, que critica duramente uma eventual chefia de Governo por Santana Lopes e proclama que Durão Barroso não devia ter aceite o convite para assumir a presidência da Comissão Europeia.
1 de Julho de 2004 às 09:03
Pacheco Pereira já se havia pronunciado contra uma sucessão directa de Durão por Santana no ‘blog’ que habitualmente escreve na Internet. A sua opinião era conhecida, mas entendeu expressá-la de forma dura e ampliada como entendeu expressá-la, em artigo de opinião hoje divulgado pelo jornal “Público”.
No artigo de opinião, Pacheco declara que se considera “traído” com a “herança” deixada por Durão Barroso, escrevendo mesmo que o ainda primeiro-ministro português “devia ter dito não” ao convite para a Europa e referindo que poderá fazer “muito pouco por Portugal” enquanto presidente da Comissão Europeia.
Pacheco Pereira opina ainda que a herança deixada por Durão Barroso em Portugal chama-se Santana Lopes (que hoje deve ser eleito presidente do PSD, em sede de Conselho Nacional do partido) e considera que a palavra “populismo é correcta para caracterizar a acção política” do herdeiro.
No entender de Pacheco Pereira – e citamos – “O seu (de Santana Lopes) populismo vê-se no conjunto de toda a sua acção política (...); pouca obra, muito espectáculo, clientelas pessoais dedicadas, alimentadas com benesses dirigidas a alvos muito específicos (...); habilidade comunicacional associada a um investimento muito cuidado na comunicação social, no marketing, na publicidade, nenhuma correlação entre o dinheiro gasto e a obra realizada”. Palavras arrasadoras.
O eurodeputado social-democrata refere que não apoiou Durão para lhe sair Santana e recorda que este último político já por uma vez foi primeiro-ministro... faz-de-conta, no concurso televisivo "A Cadeira do Poder"... onde perdeu para Torres Couto.
Ver comentários