Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
9

PALÁCIO DÁ POLÉMICA

O presidente da Câmara do Porto, Rui Rio, adiou para Setembro a polémica em torno do pagamento ou não de uma renda pela segunda sede de Governo que o primeiro-ministro, Santana Lopes, pretende instalar no Porto.
1 de Agosto de 2004 às 00:00
Rui Rio não exige nada
Rui Rio não exige nada
O autarca adiantou ontem que só em Setembro será definido o local onde o Governo instalará a sua sede, estando em cima da mesa a hipótese do Palácio do Freixo, onde anteontem decorreu o Conselho de Ministros, e uma casa que já albergou em tempos a Secretaria de Estado da Cultura, na Rua António Cardoso.
Rui Rio afirmou ser “irrelevante” saber se haverá ou não uma renda a cobrar ao Governo caso se decida instalar no Palácio do Freixo. “Eu não exijo nada, até por uma questão de educação, converso com as pessoas”, disse.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)