Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
8

PAN pede esclarecimentos sobre desaparecimento de menores vítimas de tráfico sexual

66 menores que pediram asilo a Portugal desapareceram sendo paradeiro desconhecido pelo SEF.
Lusa 6 de Novembro de 2019 às 18:19
André Silva, do PAN
PAN reunido com o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa
André Silva, do PAN
PAN reunido com o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa
André Silva, do PAN
PAN reunido com o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa
O partido Pessoas, Animais e Natureza questionou hoje o Ministério da Administração Interna (MAI) sobre o desaparecimento de 66 menores, vítimas de crimes sexuais, que pediram asilo a Portugal e cujo paradeiro é desconhecido pelo SEF.

O PAN quer saber "se o Ministério da Administração Interna tem conhecimento desta situação" e, em caso afirmativo, "que medidas desenvolveu" e "que diligências pretende adotar para solucionar este problema", segundo um comunicado enviado à imprensa.

No texto justifica-se os pedidos de esclarecimentos com as notícias do desaparecimento de 66 menores no último ano e meio, "segundo dados do SEF, da Europol e da Frontex".

o PAN indica que estas crianças chegam ao Aeroporto de Lisboa sozinhas, são integradas num espaço de acolhimento temporário, durante sete dias em regime aberto.

Segundo o partido que elegeu quatro deputados nas últimas legislativas, as crianças em causa "não são consideradas como potenciais vítimas de tráfico e não recebem qualquer proteção."

"As medidas implementadas pelo MAI no ano passado não resolveram o problema do tráfico de menores tendo, possivelmente, contribuído para agravá-lo, uma vez que as crianças ficam agora em regime aberto ainda mais cedo", considera Inês de Sousa Real, líder parlamentar do partido, no texto.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)