Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
5

Papel do BCE impede acordo

A reunião do Governo, que hoje se realiza, ocorre dois dias depois de ter falhado o acordo entre Executivo e PS para um texto comum sobre a União Europeia, a pensar no Conselho Europeu da próxima quinta-feira. A peça-chave é a alteração do papel do Ban- co Central Europeu, sobre- tudo no que toca ao finan- ciamento e dívida soberana.
24 de Junho de 2012 às 01:00
O Governo reúne-se hoje para preparar um conjunto de reformas estruturais
O Governo reúne-se hoje para preparar um conjunto de reformas estruturais FOTO: Sergio Lemos

Mas a longa maratona de negociações entre Governo e PS incluiu temas como a flexibilização dos programas de ajustamento (mais tempo para pagar os empréstimos), defendido pelos socialistas, ou uma referência à reforma do mercado laboral. Este ponto foi usado pelo Governo para ficar inscrito no texto e abranger todos os estados-membros, mas entre os socialistas terá ficado a ideia de que poderia conter mais mexidas na legislação portuguesa. Não houve acordo, nada ficou escrito e hoje o primeiro-ministro, Passos Coelho, junta toda a sua equipa de ministros e secretários de Estado para calendarizar as reformas estruturais nos próximos meses. Além disso, é preciso afinar o discurso e será aferida a coordenação política e técnica.

Passos vai ao Parlamento quarta-feira para o debate quinzenal e amanhã enfrenta uma moção de censura do PCP.

GOVERNO REFORMAS EUROPA ACORDO BCE NEGOCIAÇÕES
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)