Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
2

PASSAPORTES FURTADOS NO BRASIL

O Consulado de Portugal em Santos, S. Paulo, no Brasil, foi assaltado no fim-de-semana. Os ladrões roubaram mais de 150 passaportes, vinhetas para vistos, cerca de seis mil euros em dinheiro, livros de cheques e um aparelho de vídeo.
18 de Novembro de 2003 às 18:33
O cônsul de Portugal em Santos, Paulo Patrício Mendes, que só ontem divulgou o furto, indicou que “os assaltantes entraram pelo telhado” e que a acção foi planeada “com a intenção de roubar os passaportes e as vinhetas para os vistos”.
O consulado já informou as autoridades portuguesas e brasileiras dos números dos 154 passaportes roubados e das respectivas vinhetas para que sejam cancelados. O cônsul Paulo Patrício Mendes cancelou um livro de cheques da sua conta bancária pessoal e os demais livros bancários do consulado que foram furtados.
A Polícia de Santos já iniciou a investigação deste caso mas até ontem nenhum suspeito tinha sido detido. Relativamente aos passaportes e vinhetas furtados, o Serviço de Estrangeiros e Fronteiras adiantou que os eventuais possuidores destes documentos “não têm hipótese de entrar em Portugal ou noutro país abrangido pelo Acordo de Schengan”.
Isabel Burke, da Direcção Central de Investigação, Pesquisa e Análise de Informação do SEF, assegurou que “o sistema informático que se utiliza em todos os países Schengan permite detectar este tipo de fraude”. A Interpol e a Europol serão igualmente informadas dos números de passaportes e vinhetas roubados de modo a que as autoridades dos restantes países possam detectar os documentos, mas a garantia de controlo não será tão grande
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)