Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
8

Passos Coelho: Em 2013 "Portugal terá dobrado o cabo das tormentas"

O primeiro-ministro e presidente do PSD afirmou esta quarta-feira que tem a certeza de que em 2012 o Governo cumprirá todas as metas com que se comprometeu e em 2013 "Portugal terá dobrado o cabo das tormentas".
21 de Dezembro de 2011 às 20:37
Passos Coelho falou durante convívio de Natal do grupo parlamentar do PSD, no Parlamento.
Passos Coelho falou durante convívio de Natal do grupo parlamentar do PSD, no Parlamento. FOTO: António Cotrim/Lusa

"Tenho não só a convicção, mas a certeza de que estamos a fazer tudo o que está ao nosso alcance para garantir que vamos atingir as metas a que nos propusemos. Da mesma maneira que atingimos as metas que tínhamos para este ano, atingiremos as metas para 2012 e a partir de 2013 todos estaremos mais confiantes de que Portugal terá dobrado o cabo das tormentas", afirmou Pedro Passos Coelho, durante um convívio de Natal do grupo parlamentar do PSD, no Parlamento.

O primeiro-ministro acrescentou que a partir de 2013 o Governo estará "em condições de dizer aos portugueses que o sacrifício valeu a pena, a transformação da sociedade portuguesa está a ocorrer", no sentido de criar "uma democracia mais forte, uma sociedade mais justa, em que o fosso entre ricos e pobres comece a estreitar, em que o acesso à justiça seja mais efectivo".

Passos Coelho, que fez uma intervenção de cerca de dez minutos, alegou que "o povo português no seu conjunto" tem "dado um apoio permanente" às decisões do executivo PSD/CDS-PP e percebe que as medidas de austeridade que foram adoptadas são "a única maneira" de fazer Portugal sair da situação em que se encontra, o que considerou "notável".

passos coelho psd portugal crise natal
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)