Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
5

Passos Coelho recebido com vaias em Gouveia

Pedro Passos Coelho foi vaiado e assobiado este domingo ao chegar a Gouveia, onde decorre a Feira do Queijo da Serra da Estrela. Dezenas de populares, incluindo alguns trabalhadores da Peugeot-Citröen de Mangualde, que irá dispensar 350 trabalhadores em Abril, esperavam o primeiro-ministro.
19 de Fevereiro de 2012 às 13:00
Manifestantes aguardavam o primeiro-ministro da Feira do Queijo da Serra da Estrela
Manifestantes aguardavam o primeiro-ministro da Feira do Queijo da Serra da Estrela FOTO: Nuno André Ferreira

Em reacção aos ruidosos protestos, Passos Coelho optou por ouvir quem o esperava, afirmando mais tarde: "Estou sempre bem onde estão as pessoas. Falei com elas, porque essa é a postura que o Governo deve ter. Tenho sempre uma palavra de esperança para as pessoas."

Quando lhe perguntaram se a sua reacção contrastava com a de Cavaco Silva, que tem evitado focos de contestação nos últimos dias, o primeiro-ministro começou por dizer que não iria responder a "perguntas desse tipo" sobre o Presidente da República, mas de seguida acrescentou que "um Presidente da República fortalecido é importante para o País."

Quanto aos sacrifícios em curso, Passos Coelho disse que "é importante que as pessoas saibam que o primeiro-ministro está a fazer o que é preciso", acrescentando que "ninguém tem prazer em causar dor".

O primeiro-ministro afirmou ainda que espera ver 2013 como o ano "em que a economia comece já a crescer, com uma inversão de ciclo e um clima de alguma retoma".

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)