Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
4

Passos Coelho: "Temos de estar unidos para enfrentar o que aí vem"

O primeiro-ministro garantiu que há uma linha de preocupação e compromisso em várias áreas das políticas públicas que são partilhados por quase por toda a gente.
6 de Maio de 2014 às 20:20
Passos Coelho esteve na Invicta onde visitou as instalações do World of Discoveries, museu sobre os descobrimentos, em Miragaia, no Porto
Passos Coelho esteve na Invicta onde visitou as instalações do World of Discoveries, museu sobre os descobrimentos, em Miragaia, no Porto FOTO: Fernando Veludo/Lusa

O primeiro-ministro, Pedro Passos Coelho, apelou esta terça-feira à união "no essencial para enfrentar os tempos que aí vêm", considerando um "sinal de progresso" discordar em muitos temas sem pôr em causa o "cimento" de uma sociedade desenvolvida.

Pedro Passos Coelho discursava no Porto, onde considerou que apesar das crispações no debate político, "há várias áreas de políticas públicas que refletem uma linha de preocupação e de compromisso que é muito partilhado por quase por toda a gente".

"Apesar de estarmos a concluir uma fase, que como eu referi é seguramente a mais difícil por que passamos desde o 25 de Abril de 1974, nós precisamos de estar muito unidos no essencial para enfrentar os tempos que aí vêm", apelou.

O primeiro-ministro garantiu que o Governo fez tudo o que estava ao seu alcance "para defender o Estado social numa crise económica e financeira muito grave", considerando que sustentar esta situação para futuro "exige de todos nós um esforço muito grande".

Porto primeiro-ministro unidos Pedro Passos Coelho políticas públicas preocupação compromisso partilhados
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)