Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
1

Passos: "Governo não é cego ou surdo"

O primeiro-ministro, Pedro Passos Coelho, afirmou esta sexta-feira, relativamente às manifestações de sábado, que o Governo não foi "cego" nem "surdo", nem ficará mudo "perante as dificuldades do país".
21 de Setembro de 2012 às 10:39
Passos Coelho no debate quinzenal
Passos Coelho no debate quinzenal FOTO: d.r.

"Nós não podemos e não somos surdos nem cegos relativamente ao país e seguramente não ficaremos mudos perante as dificuldades do país.

Passos Coelho respondia no debate quinzenal no Parlamento ao líder da bancada do CDS-PP, Nuno Magalhães, que o questionou sobre as manifestações de sábado.

Confrontado pelo PS sobre a manchete do Correio da Manhã desta sexta-feira, sobre o aumento do IRS, o primeiro ministro escusou-se a comentar, defendendo: "Mas eu não sou director do Correio da Manhã"

Passos Manifestação Debate Governo Crise Austeridade Troika
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)