Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
7

Passos preocupado com dificuldades de solvência interna

O debate fazia-se em torno do endividamento externo e o ex-candidato a líder do PSD, Pedro Passos Coelho, acrescentou uma outra preocupação esta quarta-feira. "A verdade é que podemos vir a enfrentar uma situação de risco de solvência interna", afirmou o antigo líder da JSD que falava perante a câmara de comércio luso-japonesa, num almoço em Lisboa.
4 de Março de 2009 às 19:38
Passos Coelho
Passos Coelho FOTO: Pedro Catarino

Alertando para os perigos do proteccionismo, sobretudo na Europa, Passos Coelho considerou, depois que é preciso dar um sinal para aumentar a poupança. E neste ponto só há um caminho, o dos beneficíos fiscais.

Outro sinal importante para Pedro Passos Coelho é o do balanceamento líquido do esforço exportação. Para o efeito, até referiu o caso da Qimonda.

'O Governo tem dito, e bem, que a Qimonda é o nosso primeiro exportador e uma empresa importante. Nunca ninguém apresentou o saldo líquido exportador da Qimonda. Eu suspeito que haja várias empresas que apresentem um saldo líquido para o país muito superior àquele que a Qimonda é capaz de apresentar', declarou, questionando ainda qual o critério a usar pelo Executivo socialista quando o primeiro-ministro afirmou que pretendia salvar todas as empresas que pudesse.

Questionado pelos jornalistas sobre o tema polémico das off-shores, Passos Coelho considerou que, ao nível da regulação, este dossiê deve ser visto de uma 'forma global' e não pontual.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)