Barra Cofina

Correio da Manhã

Política

Passos diz que erro afetou menos de 2% dos professores

Bloco de Esquerda confrontou primeiro-ministro com os erros no concurso de professores.
10 de Outubro de 2014 às 10:41
Pedro Passos Coelho, primeiro-ministro
Pedro Passos Coelho, primeiro-ministro FOTO: Tiago Petinga/Lusa

O Bloco de Esquerda confrontou esta sexta-feira o primeiro-ministro com as consequências do erro no concurso de professores, com o primeiro-ministro a sublinhar que a situação afetou "menos de dois por cento" dos docentes.

"Nuno Crato chegou ao ministério da Educação como 'professor pardal' para fazer experiências com a vida das pessoas", acusou a coordenadora do BE Catarina Martins, no debate quinzenal no parlamento.

A deputada frisou que devido a um erro na colocação de professores há "dois mil professores por colocar e milhares de alunos sem aulas", criticando "a falta de rigor e facilitismo" do ministro da tutela.

passos coelho erro concurso professores
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)