Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
6

Passos diz que economia estava aprisionada

Primeiro-ministro diz que "os donos do país estão a desaparecer".
5 de Dezembro de 2014 às 23:24
Pedro Passos Coelho falava num jantar de Natal das concelhias do PSD do distrito de Santarém
Pedro Passos Coelho falava num jantar de Natal das concelhias do PSD do distrito de Santarém FOTO: Hugo Delgado/Lusa

O presidente do PSD disse esta sexta-feira em Santarém que o seu Governo está a conseguir "libertar e democratizar" a economia, que estava "aprisionada por [alguns] grupos económicos", e que "os donos do país estão a desaparecer".


Pedro Passos Coelho falava num jantar de Natal das concelhias do PSD do distrito de Santarém, que reuniu mais de 500 militantes, no qual começou por "assinalar as boas razões que farão recordar o ano de 2014", entre as quais o fim do programa de assistência na data prevista "apesar de todas as dúvidas e adversidades".


Passos Coelho afirmou que hoje é bem visível que a economia "estava aprisionada por grupos económicos que eram incentivados pelo Estado a aplicar os seus recursos em obras públicas que não eram sustentáveis", lamentando que muitos recursos, nacionais e europeus, tenham sido colocados ao serviço "dessa economia protegida" e não das pequenas empresas que tinham emprego e riqueza para criar.


"Mas isso está a acabar. Os donos do país estão a desaparecer. Os donos do país são os portugueses", declarou. 

passos coelho economia
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)