Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
9

Passos fala em "distração e falta de dinheiro"

Primeiro-ministro admite falhas.
6 de Março de 2015 às 09:16
Primeiro-ministro diz que nunca obteve "qualquer tratamento de excepção"
Primeiro-ministro diz que nunca obteve 'qualquer tratamento de excepção' FOTO: Estela Silva/Lusa

"Houve anos em que entreguei declarações e pagamentos fora de prazo com coima e juros, umas vezes por distracção, outras por falta de dinheiro", confessa Passos Coelho, numa declaração ao jornal Sol.

O primeiro-ministro admite falhas, mas assegura que nunca obteve "qualquer tratamento de excepção". Passos garante ainda que nunca deixou "de saldar as contas, não recorrendo a contestação nem a manobras dilatórias".

Passos Coelho pagamentos
Ver comentários