Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
5

PCP acusa Governo de dar "migalhas"

O PCP defendeu esta quarta-feira que as medidas de combate à crise apresentadas pelo Governo foram apenas "migalha aos pobres", sem impacto na melhoria de vida dos portugueses, num debate que uniu a oposição nas críticas à "propaganda ao Executivo".
11 de Março de 2009 às 19:41
Agostinho Lopes criticou opções do Governo
Agostinho Lopes criticou opções do Governo FOTO: d.r.

'Algumas migalhas para os pobres, que as eleições estão à porta. Mas, fundamentalmente, propaganda, muita propaganda, manipulação que esconde o rotundo fracasso de quatro anos de Governo PS/Sócrates', afirmou o deputado Agostinho Lopes em debate parlamentar, acusando ainda o Executivo de 'favorecer os poderosos'.

O PCP pediu um debate para apresentar o seu projecto de resolução com 23 medidas de combate à crise económica e social. O diploma acabou por ser chumbado com os votos contra do PS, PSD e CDS-PP e favoráveis do PCP, BE e PEV. Entre as medidas proposta, destaque para o aumento dos salários e das pensões, alargamento do subsídio de desemprego, cancelamento das privatizações em curso e maior controlo do Estado nos sectores da Energia, comunicações e transportes.

Agostinho Lopes acusou o primeiro-ministro de promover uma 'mistificação para iludir responsabilidades do Governo sobre a gravidade da situação nacional', sublinhando que 'os problemas e défices do país já há muito se fazem sentir, antes ainda dos impactos da crise do capitalismo'.

Do lado do PS, Miguel Laranjeiro criticou o diploma por considerar que 'é oportunista porque contém recomendações avulsas, argumentos demagógicos e propostas insustentáveis do ponto de vista orçamental'.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)