Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
4

PCP só apoiará PS medida a medida

Jerónimo de Sousa garante que o partido “não é descartável”.
Diana Ramos 10 de Setembro de 2019 às 09:20
Jerónimo de Sousa
PCP de Jerónimo de Sousa
Jerónimo de Sousa
Jerónimo de Sousa
PCP de Jerónimo de Sousa
Jerónimo de Sousa
Jerónimo de Sousa
PCP de Jerónimo de Sousa
Jerónimo de Sousa
O secretário-geral do PCP deixou esta segunda-feira claro que os comunistas não alinharão numa nova geringonça e que um eventual Governo do PS só contará com o partido medida a medida.

"Isso das linhas vermelhas não temos", começou por dizer Jerónimo de Sousa numa entrevista à Antena 1. O líder comunista explicou depois que fará "uma política alternativa perante o que o PS irá propor".

"Será ao pé do pano que talhamos a obra e em cada iniciativa, em cada medida do futuro governo, que agiremos, votando a favor do que for bom para os trabalhadores e portugueses. O que for mau votaremos contra, este é um princípio fundamental".

Jerónimo de Sousa desvalorizou também a descida do partido que lidera nas últimas eleições e nas recentes sondagens, frisando que "o PCP nunca será descartável". "E não é descartável porque a Assembleia da República, na sua composição, vai determinar muito do futuro das políticas", sublinhou.

O secretário-geral comunista deixou também uma bicada ao Bloco de Esquerda: "Não queremos ter mais deputados para mostrar, é para dar mais força para contribuir para resolver os problemas".

Jerónimo recordou ainda a noite das legislativas de 2015 para dizer que foi o PCP quem "criou as condições para uma solução política de um governo minoritário do PS".
Governo do PS Jerónimo de Sousa PCP política partidos e movimentos
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)