Barra Cofina

Correio da Manhã

Política

PCP quer apreciar decreto sobre Casa do Douro

Em causa está a nomeação da administradora liquidatária.
13 de Novembro de 2015 às 18:34
Fachada do edifício da Casa do Douro
Fachada do edifício da Casa do Douro FOTO: Direitos Reservados
O PCP anunciou esta sexta-feira que pediu uma apreciação parlamentar do decreto-lei, publicado em agosto, que define os procedimentos para a regularização das dívidas da Casa do Douro (CD) e criou o processo de nomeação da administradora liquidatária.

"Apresentamos uma apreciação parlamentar para chamar à discussão na Assembleia da República (AR) o decreto-lei que criou o processo da nomeação da administradora da dívida da CD. Queremos suspender este processo de nomeação", afirmou o deputado João Ramos aos jornalistas.

O parlamentar falava no Peso da Régua, distrito de Vila Real, após um encontro com viticultores e funcionários da extinta CD, que perdeu a dimensão pública em dezembro de 2014.

Criada em 1932, a CD possui uma dívida ao Estado na ordem dos 160 milhões de euros.
PCP Casa do Douro Assembleia da República João Ramos
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)