Barra Cofina

Correio da Manhã

Política

Perda de mandato executada

A Procuradoria-Geral da República informou ontem que o acórdão que decretou a perda de mandato de Valentim Loureiro, na Câmara de Gondomar, vai ser executado "brevemente".
21 de Setembro de 2012 às 01:00
O presidente da Câmara de Gondomar, Valentim Loureiro
O presidente da Câmara de Gondomar, Valentim Loureiro FOTO: Estela Silva/Lusa

"O acórdão [do processo Apito Dourado] vai ser executado brevemente, embora haja ainda requerimentos a apreciar relativamente a questões suscitadas por alguns arguidos", referiu PGR, a propósito da condenação pelo crime de prevaricação.

Confrontado com a posição da PGR, Valentim Loureiro disse que a única intervenção pedida ao Ministério Público se relaciona com a prescrição de crimes, que ele próprio invocou. 

valentim loureiro mandato gondomar câmara
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)