Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
4

Pinho e regresso à política: “Nem pensar”

O ex-ministro da Economia disse esta quinta-feira, nas Caldas da Rainha, que não quer voltar à política nem integrar o Governo, depois de ter saído em Julho, na sequência do célebre gesto polémico no Parlamento com as mãos.
21 de Janeiro de 2010 às 17:39
Manuel Pinho
Manuel Pinho FOTO: Pedro Catarino

"Não gostaria de voltar à política ou a ter funções do Governo", disse o ex-ministro Manuel Pinho, citado pela agência Lusa, reforçando a sua intenção com a expressão "nem  pensar".

 Manuel Pinho, que tem estado ausente do país nos Estados Unidos, colocou algumas reticências ao clima que se vive no País: "Em Portugal as pessoas não estão unidas, estão divididas. Há atitudes de que não gosto nada, o momento é muito difícil e devíamos estar de mãos dadas para ultrapassar uma situação como esta", referindo-se à crise e ao clima de instabilidade económica.  

Neste sentido e ao ser questionado sobre o Orçamento de Estado para 2010, respondeu que "é necessário uma união de esforços para a estabilidade e para resolver problemas estruturais que temos e os problemas conjunturais da crise".  

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)