Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
2

Poiares Maduro diz que 13 anos de regressão são culpa do PS

O ministro criticou afirmações de António Costa.
18 de Abril de 2015 às 18:07
Miguel Poiares Maduro falou numa sessão que está a decorrer em Penacova
Miguel Poiares Maduro falou numa sessão que está a decorrer em Penacova FOTO: Tiago Petinga/Lusa
O ministro Poiares Maduro afirmou, este sábado, em Penacova, que quando António Costa diz que o país vive uma regressão de 15 anos, esquece-se de dizer que 13 desses anos são da responsabilidade dos socialistas.

Quando se ouve o líder do PS, António Costa, "falar de uma regressão [em Portugal] de 15 anos, ele esquece-se de dizer que quando houve uma regressão de 15 anos no investimento, 13 anos dessa regressão foram nos governos socialistas", em que ele próprio esteve, "boa parte desse tempo", no Governo.

"É um pouco como alguém pegar fogo à [sua] casa e depois, quando os bombeiros apagam o fogo, queixar-se que eles lhe deixaram a casa molhada", sintetizou o governante.

Essa regressão continuou, "naturalmente", no período "imediatamente a seguir à situação de bancarrota financeira que o Estado [português] enfrentou", sustentou Miguel Poiares Maduro, que falava numa sessão que está a decorrer em Penacova, no distrito de Coimbra, por iniciativa dos sociais-democratas locais.

Mas hoje, "através do esforço dos portugueses e com base nas políticas do Governo", Portugal está, "desde o ano passado", a "inverter o processo de regressão da economia, do emprego e do investimento que o PS originou", assegurou Poiares Maduro.

"Nós queremos crescer, queremos melhorar as condições de vida dos portugueses, mas temos de fazer isso com sustentabilidade", ao contrário do que sucedeu "antes de 2011 e da iminência da [situação de] bancarrota que o país enfrentou", sublinhou.

Antes de 2011, "o país teve uma década que foi uma década perdida, em termos de crescimento económico", durante a qual o investimento e o emprego caíram, defendeu o ministro-adjunto e do Desenvolvimento Regional.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)