Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
8

Polícia inglesa apanha o rasto aos subornos

A polícia inglesa já conseguiu detectar os levantamentos em dinheiro das 150 mil libras enviadas pela Freeport para a empresa de Charles Smith e que terão sido utilizadas no pagamento de subornos a um primo de José Sócrates, avançou ontem a TVI no seu ‘Jornal da Noite’. No DVD divulgado há uma semana pela estação de Queluz, Charles Smith conta a história a Alan Perkins e adianta que o dinheiro recebido em três tranches, de 50 mil libras cada, foi usado para pagar uma parte do preço combinado com os homens de Sócrates para o então ministro do Ambiente licenciar o outlet de Alcochete.
25 de Abril de 2009 às 00:30
Charles Smith, um dos arguidos do caso Freeport, diz no DVD gravado em 2006 que “ Sócrates é corrupto”
Charles Smith, um dos arguidos do caso Freeport, diz no DVD gravado em 2006 que “ Sócrates é corrupto” FOTO: Rui Minderico / A-gosto.com

No referido DVD, Smith também esclarece que a verba foi depositada na conta da Smith & Pedro como se se tratasse do pagamento dos serviços de consultadoria efectuados pela empresa à Freeport e que tinham sido tributados como tal pela administração fiscal portuguesa.

Estas revelações da TVI surgem no momento em que um perito financeiro que trabalha com os procuradores do caso Freeport está em Londres há vários dias, como o CM noticiou, e que os investigadores Paes Faria e Vítor Magalhães, eventualmente acompanhados de Cândida Almeida, directora do Departamento Central de Investigação e Acção Penal, estão de malas aviadas para Londres. As autoridades inglesas vão entregar aos colegas portugueses 25 dossiês com muita informação bancária e receberão em troca os últimos depoimentos recolhidos em Portugal e informações sobre contas e outras movimentações financeiras de alguns dos envolvidos no processo.

MAIS DADOS

MIL EUROS

Charles Smith contou aos investigadores que pagava mil euros por mês a José Manuel Marques, director do Instituto de Conservação da Natureza.

MULHER MÁ

O mesmo Smith afirmou que Onorina Silvestre, consultora da Câmara de Alcochete, lhe pedia dinheiro, mas que nunca recebeu nada porque "era uma mulher má".

CORRECÇÃO

Sócrates entregou no passado dia 23 de Março no Tribunal Constitucional os rendimentos auferidos no período em que foi ministro do Ambiente.

 

 

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)