Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
5

PORTAS HOMENAGEOU PORTUGUESES

O ministro da Defesa português, Paulo Portas, de visita à Guiné-Bissau, prestou ontem homenagem aos soldados portugueses mortos durante a guerra nesta antiga colónia, depositando coroas de flores nas suas campas.
1 de Junho de 2004 às 00:00
Em declarações à Agência Lusa, Portas afirmou que esta cerimónia significa “o reconhecimento para aqueles que, à época, cumpriram uma política que era a do Estado português”.
“Serviram a nossa bandeira, correram muitos riscos e muitas vidas se perderam. É natural que, no quadro da primeira visita que faço à Guiné e da enorme amizade que une os dois povos, eu tenha este sinal de reconhecimento para com os antigos combatentes portugueses”, acrescentou.
Estão sepultados no cemitério municipal de Bissau mais de 100 soldados portugueses mortos durante a guerra colonial, entre 1963 e 1974, altura da independência desta antiga colónia portuguesa.
Depois da homenagem, Paulo Portas seguiu para uma unidade hoteleira da capital guineense para a abertura solene do sétimo encontro dos ministros da Defesa da Comunidade de Países de Língua Oficial Portuguesa (CPLP).
O encontro, no qual participam todos os titulares da Defesa dos oito países da CPLP, termina terça-feira com a adopção de uma ‘Declaração de Bissau’ em que se definem as linhas mestras de cooperação futura.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)