Portugal estreia fronteiras do Minho e Guadiana

Países ibéricos disponíveis para negociar a zona económica exclusiva.
Por Bernardo Esteves|12.08.18
Portugal e Espanha estreiam este domingo novas fronteiras nas desembocaduras dos rios Minho e Guadiana, as quais foram fixadas no tratado bilateral assinado entre os dois países a 30 de maio, em Vila Real. O acordo define onde terminam os rios e onde começa o mar, delimitando, também, os troços internacionais.

A desembocadura do Minho fica numa linha, cujas coordenadas são explicitadas no tratado, entre "a Punta de Los Picos" e "um ponto situado na pedra que sobressai na baixa-mar, na costa portuguesa". Já o limite do Guadiana fica numa linha entre "a torre-baliza cilíndrica" e a "ponta daquele que é conhecido como Dique Poente, na costa portuguesa". O limite do troço internacional do Minho fica na confluência com o rio Trancoso, na linha entre o farolim da Ínsua e a marca da Ponta Ruiva.

O troço internacional do Guadiana fica "delimitado pela confluência com o rio Chança". Os dois países mostram-se disponíveis para negociar a "delimitação de mar territorial, zona económica exclusiva e ampliação da plataforma continental para além das 200 milhas".


pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!