Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
8

Portugal "tem responsabilidade" na expansão da Língua

Luíz Amado diz que a política para a Língua não pode ser reduzida à orientação em relação ao acordo ortográfico.
21 de Maio de 2015 às 13:45
O antigo ministro dos Negócios Estrangeiros Luís Amado
O antigo ministro dos Negócios Estrangeiros Luís Amado FOTO: José Sena Goulão/Lusa
O antigo ministro dos Negócios Estrangeiros Luís Amado defendeu esta quinta-feira que Portugal "tem responsabilidade" em relação à expansão da Língua, que considerou um dos principais vetores de uma política do país para o espaço da lusofonia.

A difusão do português deve ser feita "no espaço da língua portuguesa e como língua estrangeira" e a política para a Língua não pode ser reduzida à orientação em relação ao acordo ortográfico, adiantou, ao participar na conferência "Cidadania Lusófona", integrada no primeiro Festival da Lusofonia de Lisboa, a decorrer até segunda-feira.

Luís Amado considerou que a definição rigorosa por parte de Portugal de uma política para o espaço da lusofonia é importante para o país afirmar o seu lugar no mundo, salientando que o espaço da lusofonia "não se restringe aos países da lusofonia" e é um "espaço geopolítico mais vasto (...) importante para todos os países lusófonos".

Defendeu ainda que a política de Portugal para a lusofonia deve integrar, além do referido vetor da Língua, políticas para o desenvolvimento, para a cidadania e para a organização multilateral, ou seja, a Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP).

É "possível e necessário dar uma ação efetiva" à política para o desenvolvimento, que deve passar pela "cooperação económica e empresarial" e "mobilizar atores privados", disse Amado, presidente do conselho de administração do Banif.

Em relação à CPLP, o ex-governante assinalou que o seu conceito estratégico mudou, tendo deixado de "ser redutor e fechado", um espaço de Portugal e as suas ex-colónias, para se tornar uma organização aberta, "estimulada por impulsos, visões e os interesses geoestratégicos" dos vários países que a constituem.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)