Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
4

Portugueses aprovam decisão de Graça Fonseca em assumir homossexualidade

Só votantes à direita criticam decisão da secretária de Estado da Modernização.
Diana Ramos 10 de Setembro de 2017 às 01:30
Graça Fonseca FOTO: David Elias
A larga maioria dos portugueses aprova a decisão da secretária de Estado da Modernização Administrativa, Graça Fonseca, de assumir publicamente a homossexualidade. Foi a primeira vez que um governante em funções o fez.

Segundo uma sondagem realizada pela Aximage para o CM, 65,1% dos inquiridos acreditam que Graça Fonseca fez bem em assumir que é gay. Os números mostram que boa parte dos que aprovam tal atitude da governante votam preferencialmente à esquerda – 70,1% no PS, 74,1% no BE e 68% na CDU.

A maior divisão na avaliação à decisão de Graça Fonseca acontece à direita. Só 21,8% dos inquiridos na sondagem entendem que a secretária de Estado fez mal ao assumir publicamente a homossexualidade, sendo que 41,6% desses inquiridos são votantes do PSD e 31,7% do CDS. Mas também existem 44,5% de eleitores sociais-democratas a aplaudir Graça Fonseca, bem como 41,1% de centristas.

No total de inquiridos, só 7,4% ficaram indiferentes ao anúncio, respondendo que a governante não fez nem bem, nem mal.

Em entrevista ao ‘DN’, Graça Fonseca decidiu fazer a "afirmação política" da sua orientação sexual, de forma a ajudar quem sofre com discriminação e para "mudar mentalidades".
PS Estado da Modernização Administrativa Graça Fonseca Aximage BE PSD CDU Estado CDS DN questões sociais
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)