Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
2

Portugueses não confiam nos políticos

Os portugueses decididamente não acreditam nos políticos portugueses. A prova disso é uma sondagem Correio da Manhã/Aximage onde 65,4 por cento dos inquiridos acredita que os partidos políticos fazem favores a empresários com o objectivo de obterem dinheiro para pagar os gastos das suas campanhas eleitorais, contra apenas 15,4 por cento que considera que as acusações são mais mentira que verdade.
21 de Maio de 2005 às 00:00
Presidente do PSD
Presidente do PSD FOTO: Jorge Paula
São os simpatizantes da CDU e do BE que mais desconfiam dos políticos. Do lado dos comunistas, 88,6 por cento acredita que os partidos políticos fazem favores em troca de financiamento contra 11,4 por cento que considera que as acusações não são verdadeiras. Já os bloquistas, 74,8 por cento suspeitam dos políticos , enquanto 6,2 por cento não.
Na tabela dos mais desconfiados surgem em seguida os simpatizantes do PS com 67,1 por cento (contra 12,6) e do PSD com 62,6 (contra 15,8).
Os simpatizantes do CDS são mesmo os que menos desconfiam. Apenas 44,5 por cento respondeu que as acusações de que os partidos fazem favores a empresários em troca de financiamento são mais verdade que mentira, contra 30,1 por cento.
Quanto aos partidos que mais favores fazem para financiar as suas campanhas, o PSD surge no topo da tabela com 20,5 por cento. Os simpatizantes do PS e da CDU são quem mais desconfiam dos sociais-democratas. Cerca de 30,6 por cento dos dois lados votaram no PSD como o partido que mais favores faz em troca de financiamento.
O PS é o partido que se segue com 12,7 por cento, sendo os simpatizantes do CDS que mais acreditam nas ‘manobras’ dos socialistas para arranjar financiamentos. O CDS segue-se com 11,1 por cento e depois o BE com 0,9 por cento. Neste âmbito, a CDU é mesmo o partido que menos gera desconfiança entre os portugueses ao contar apenas com 0,4 por cento, resultante das abstenções, uma vez que não receberam qualquer voto dos diferentes simpatizantes partidários.
MENDES ESTÁ A DECIDIR BEM AS CANDIDATURAS
Marques Mendes é apoiado pelos portugueses nas suas polémicas decisões. De acordo com uma sondagem Correio da Manhã/Aximage, 52,6 por cento dos inquiridos considera que o líder do PSD decidiu bem em não candidatar Santana Lopes, Valentim Loureiro e Isaltino Morais a presidentes de Câmara nas próximas eleições autárquicas de Outubro, contra 22,4 por cento que não concordam.
Os simpatizantes do BE são os que mais concordam com a decisão de Marques Mendes (73,7 por cento), seguidos do PS com 57,2 por cento (contra 21,7 por cento) e da CDU com 52,4 por cento (contra 15,1 por cento). Do lado dos simpatizantes do partido ‘laranja’, 45 por cento considera que o presidente do PSD decidiu bem, enquanto 28 por cento entende que decidiu mal.
Já os simpatizantes do CDS-PP são os que menos concordam com Marques Mendes, tendo votado a favor das suas decisões apenas 44,4 por cento contra 31,6 por cento que considera que o sucessor de Santana Lopes na presidência do PSD não decidiu bem.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)