Barra Cofina

Correio da Manhã

Política

"Portugueses têm direito de saber"

PS diz que mais austeridade só aumenta dificuldade do futuro governo de repor salários.
24 de Março de 2014 às 19:36
Eurico Dias diz que os funcionários públicos têm o direito de saber que salários terão no futuro
Eurico Dias diz que os funcionários públicos têm o direito de saber que salários terão no futuro FOTO: Pedro Nunes/Lusa

O PS exortou ontem o primeiro-ministro, Passos Coelho, a explicar hoje em Viseu, nas jornadas parlamentares do PSD, quais os cortes que acordou com a troika, pois os portugueses "têm o direito de saber ainda antes das próximas eleições europeias".

Em declarações ao CM, o secretário nacional do PS, Eurico Brilhante Dias, criticou o facto de o Governo "enviar recados pelo ex-líder do PSD Marques Mendes, que anunciou que o corte seria de 1,7 mil milhões de euros. O PS exige também que Passos explique que cortes vai fazer por via da revisão da tabela salarial da Função Pública em 2015 – fala-se numa redução de 5%. "Os funcionários públicos têm o direito de saber que salários vão ter no futuro", sublinhou Eurico Dias, instando o Governo a parar com os cortes, que "só aprofundam a austeridade".

Para o PS, o Governo está a "cavar um buraco, aprofundando a austeridade, e, portanto, a dificultar a tarefa de um governo futuro de repor o rendimento dos salários e das pensões".

Para o dirigente socialista, isso só será possível estabilizando o nível de austeridade, aumentando a atividade económica, o emprego e o consumo.

partido socialista ps governo
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)