Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
5

Presidência desmente acusações

A Presidência da República rotulou ontem de "absolutamente falsa e totalmente destituída de fundamento" a acusação de Mário Crespo sobre fontes presidenciais que, no entender do jornalista, fazem veicular notícias sobre as intenções de Cavaco Silva para, mais tarde, desmenti-las.
9 de Janeiro de 2009 às 00:30
O chefe da Casa Civil, Nunes Liberato, enviou ontem um comunicado ao ‘CM’, onde afirma que as declarações de Mário Crespo (na foto) são “totalmente inverídicas”
O chefe da Casa Civil, Nunes Liberato, enviou ontem um comunicado ao ‘CM’, onde afirma que as declarações de Mário Crespo (na foto) são “totalmente inverídicas” FOTO: d.r.

De acordo com uma carta de Belém enviada ao CM, as declarações de Mário Crespo no programa ‘Nós por Cá’, da SIC, foram 'extremamente graves e lesivas do bom nome de uma instituição da República, bem como da honra de todos quanto nela trabalham'.

Confrontado com este comunicado – também enviado à estação de Carnaxide, Mário Crespo afirmou que 'ficaria mais descansado enquanto cidadão e jornalista se tivesse visto [na carta] que tais fontes não existem'. Para o jornalista, 'quem fica lesado com esta situação não é a instituição da República mas o comportamento das pessoas.

CARTA DE BELÉM NA ÍNTEGRA

Exmo. Senhor

1 - Na edição de 8 do corrente do jornal dirigido por V.ª Ex.ª, é noticiado que o 'jornalista Mário Crespo acredita que as fontes presidenciais lançam notícias para a praça pública, através de jornais, para as desmentirem logo de seguida'.

2 - Cumpre-me informar que a prática imputada à Presidência da República pelo jornalista Mário Crespo é absolutamente falsa e totalmente destituída de fundamento.

3 - A emissão de juízos de valor, opiniões ou insinuações por parte de um profissional da Comunicação Social não merece, da parte da Presidência da República, qualquer comentário. No caso em apreço, porém, estamos perante afirmações de cariz factual que são totalmente inverídicas, não tendo jamais a Presidência da República utilizado os métodos que lhe são imputados pelo jornalista Mário Crespo, em afirmações que não podem deixar de se considerar extremamente graves e lesivas do bom nome de uma instituição da República, bem como da honra de todos quantos nela trabalham.

4 - É justamente em face da gravidade e da falsidade dessas afirmações que solicito a V.ª Ex.ª a divulgação da presente carta, dispensando-me para o efeito de invocar o direito de resposta legalmente previsto.

5 - Mais informo que, tendo as afirmações do jornalista Mário Crespo sido proferidas no âmbito de um programa da SIC, foi enviada àquela estação uma carta de teor similar à presente.

Com os melhores cumprimentos

O Chefe da Casa Civil, José Manuel Nunes Liberato

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)