Barra Cofina

Correio da Manhã

Política

Presidente da República lamenta morte de Fernando Albuquerque, "figura invulgar da cultura portuguesa"

Salientou que, sob a sua orientação, a Fundação da Casa de Mateus tornou-se "um exemplo admirável de abertura à sociedade civil".
Lusa 14 de Janeiro de 2022 às 17:34
Marcelo Rebelo de Sousa
Marcelo Rebelo de Sousa FOTO: Lusa
O Presidente da República lamentou esta sexta-feira a morte de Fernando de Albuquerque, "figura invulgar da cultura portuguesa", salientando que, sob a sua orientação, a Fundação da Casa de Mateus tornou-se "um exemplo admirável de abertura à sociedade civil".

"É com profunda tristeza que recebo a inesperada notícia da morte de Fernando de Albuquerque. Sob sua orientação, a Fundação da Casa de Mateus tornou-se, nas últimas décadas, um exemplo admirável de abertura da sociedade civil às tarefas de serviço público na esfera do património, da cultura e do mecenato", lê-se numa nota publicada no sítio oficial da internet da Presidência da República.

O diretor-delegado da Fundação Casa de Mateus, Fernando de Sousa Botelho de Albuquerque, morreu na madrugada de hoje aos 80 anos, anunciou aquela instituição.

Fernando de Sousa Botelho de Albuquerque Fundação da Casa de Mateus questões sociais morte
Ver comentários