Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
8

Presidente “é factor de instabilidade e dúvida”

Manuel Alegre acusou ontem Cavaco Silva de se ter tornado "um factor de instabilidade e dúvida", afirmando estar "perplexo" com as declarações do adversário sobre a possibilidade de ocorrer uma "crise grave" em Portugal. "Estou um tanto perplexo com as declarações hoje feitas pelo Presidente da República (...). O candidato fez declarações que geram instabilidade e lançou a dúvida", referiu o candidato presidencial apoiado pelo PS e pelo Bloco de Esquerda, em declarações aos jornalistas numa acção de campanha em Reguengos de Monsaraz, no Alentejo.
13 de Janeiro de 2011 às 00:30
Manuel Alegre passou o dia com apoiantes no Alentejo
Manuel Alegre passou o dia com apoiantes no Alentejo FOTO: José Sena Goulão/Lusa

Antes, em Beja, o poeta disse ainda que vetará qualquer tentativa de alterar os princípios de universalidade e gratuitidade do Serviço Nacional de Saúde e afirmou que os poderes económicos "se estão a sobrepor aos estados democráticos". "Sou europeu, mas não quero Portugal de joelhos", disse, acusando as potências da Europa de se aproveitarem da fragilidade económica do País. O dia de campanha terminou com um comício no Teatro Garcia Resende, em Évora.

MANUEL ALEGRE PRESIDENCIAIS ELEIÇÕES
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)