Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
1

Presidente Marcelo espalha charme em Bombaim

Dois portugueses reconheceram Chefe de Estado na Índia e de imediato pediram para tirar uma fotografia.
João Ferreira 16 de Fevereiro de 2020 às 10:24
Marcelo Rebelo de Sousa na Índia
Marcelo Rebelo de Sousa com o primeiro-ministro indiano, Narendra Modi
Marcelo Rebelo de Sousa na Índia
Marcelo Rebelo de Sousa com o primeiro-ministro indiano, Narendra Modi
Marcelo Rebelo de Sousa na Índia
Marcelo Rebelo de Sousa com o primeiro-ministro indiano, Narendra Modi
Na Índia, Marcelo é igual a Marcelo e a agenda da visita de estado é uma correria. Em Mombai (antiga Bombaim), o dia começou com uma homenagem às vítimas dos atentados de 2008. No hotel Taj Mahal, onde morreram 31 pessoas, depositou uma coroa de flores num memorial.

Na Porta da Índia, um dos monumentos mais visitados da cidade, o impensável aconteceu: no meio da multidão, dois portugueses reconheceram Marcelo e teve lugar a selfie do costume. Após esse momento, o Presidente confessou sentir inveja de chegar a qualquer sítio, ver um compatriota e pensar: "Eles têm oito dias para ver aquilo que o Presidente vê em minutos, horas ou num dia". Questionado sobre se ia continuar a ter inveja nos próximos cinco anos (caso se recandidate), reconheceu apenas: "É uma boa questão."

Na capital financeira da Índia, lançou uma operação de charme aos empresários indianos mais influentes. No Fórum de Negócios Índia-Portugal, deu a Costa o que é de Costa: "António Costa, sendo hoje o único primeiro-ministro europeu com raízes indianas, e o primeiro de sempre a ser primeiro-ministro, criou empatia com o primeiro-ministro Modi. E nós sabemos, pela vida do dia a dia, que a empatia é o ponto-chave."

Marcelo impressionado com Modi
O Presidente da República declarou este sábado ter ficado "muito impressionado com a personalidade política" do primeiro-ministro indiano, Narendra Modi, e com o seu empenho no reforço das relações luso-indianas. Marcelo referiu que "tinha a noção, à distância", pelo que lhe tinha sido contado, nomeadamente por António Costa, "da visão e do empenho do primeiro-ministro Modi relativamente ao relacionamento entre os dois países". "Superou a expectativa porque o vejo ainda mais empenhado do que eu", disse.
Ver comentários