Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
4

PS admite resultados aquém das expectativas

O porta voz do PS já admitiu que os resultados destas eleições europeias ficaram muito aquém das expectivas dos socialistas liderados por José Sócrates. Às 20h05, Vitalino Canas desceu à cave do Hotel Altis, onde estava montado o palco para a intervenção dos dirigentes do PS, e fez a primeira declaração do PS às projececções à boca das urnas: "Se as sondagens se confirmarem, o resultado do PS ficará aquém do que era as nossas expectativas iniciais".
7 de Junho de 2009 às 21:13
Vital Moreira é o grande derrotado da noite
Vital Moreira é o grande derrotado da noite FOTO: d.r.

A eventual derrota do PS, como indicam os resultados das sondagens à boca das urnas, explica o ambiente de silêncio e a ausência quase total de reputadas figuras do PS no átrio do hotel e no próprio local onde está a imprensa. Até às 20h00, contam-se pelos dedos os dirigentes conhecidos do PS que cruzaram o átrio do Hotel Altis: a eurodeputada Ana Gomes, o ministro da Cultura, António Pinto Ribeiro, e a deputada Leonor Coutinho foram das poucas figuras socialistas conhecidas vistas pelos jornalistas. 

José Sócrates chegou ao hotel às 16h30 e nem foi visto pela imprensa.  O porta-voz do PS já deixou claro também que 'nestas eleições, houve um grau de abstenção extremamente eevado'. E, frisou, que 'estas eleições em condições de extrema dificuldade para o PS'.

VIEIRA DA SILVA CONTRA MUDANÇA DE ESTRATÉGIA DO GOVERNO

O ministro do Trabalho e da Segurança Social considera que o Governo, face à provável derota do PS nas eleições para o Parlamento Europeu, não deve alterar a sua estratégia de governação. Vieira da Silva reconhece que os resultados das sondagens não correspondem às expectativas que o partido tinha no início do acto eleitoraL Para o governante, o Executivo de José Sócrates não deve alterar a sua filosofia de governação porque "consideramos que a estratégia que temos é aquela que o País precisa".

Vieira da Silva admitiu também que estes resultados são "uma penalização dos eleitores". E afirmou também, de forma categórica, que "os resultados das sondagens não correspondem às nossas expectativas", como Vitalino Canas já dissera antes.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)