Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
9

PS chumba suspensão

A maioria socialista chumbou ontem os projectos de resolução do PCP, CDS-PP, BE e PEV que recomendavam ao Governo a suspensão da co-incineração de resíduos industriais perigosos até à entrada em funcionamento dos CIRVER.
15 de Junho de 2006 às 00:10
Apesar da disciplina de voto imposta aos deputados do PS, o ex-candidato presidencial Manuel Alegre optou por se abster na votação dos diplomas do PCP, CDS-PP e Partido Ecologista Os Verdes e votar favoravelmente o projecto de resolução do BE.
Questionado no final sobre o facto de ter quebrado a disciplina de voto, Manuel Alegre, deputado eleito pelo círculo de Coimbra e que sempre se manifestou contra a co-incineração, escusou-se a prestar quaisquer declarações.
No final do debate, o líder parlamentar do PS, Alberto Martins, confirmou que existia disciplina de voto na bancada socialista, já que essa “é a regra geral do partido”. Alberto Martins acrescentou: “No entanto, o mandato é livre e os deputados assumem as suas responsabilidade”.
Num plenário ocupado pelo agendamento potestativo (direito de fixação da ordem do dia) do PEV, foram apresentados quatro projectos de resolução que recomendavam ao Governo a suspensão da co-incineração de resíduos industriais perigosos até que esteja concretizado o pleno funcionamento dos CIRVER – Centros Integrados de Recuperação, Valorização e Eliminação de Resíduos Industriais Sólidos. O PS ficou isolado na defesa da co-incineração.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)