Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
7

PS compromete-se com aumento extraordinário de pensões até 1097 euros a partir de janeiro

Comissão Política do PS comprometeu-se ainda a aumentar o mínimo de existência em 200 euros.
Lusa 23 de Outubro de 2021 às 07:17
O primeiro-ministro, António Costa, numa conferência de imprensa em Bruxelas, no final de um Conselho Europeu
O primeiro-ministro, António Costa, numa conferência de imprensa em Bruxelas, no final de um Conselho Europeu FOTO: REUTERS/Johanna Geron/Pool
A Comissão Política do PS comprometeu-se este sábado, por escrito, a proceder a um aumento extraordinário das pensões até ao valor de 1.097 euros a partir de janeiro e a aumentar o mínimo de existência em 200 euros.

Estas duas medidas foram transmitidas por António Costa na reunião da Comissão Política do PS, que deu mandato para que "prossigam as negociações com o BE, o PCP, o PAN, o PEV e as deputadas não inscritas" para a viabilização da proposta do Governo de Orçamento do Estado para 2022.

Nesse sentido, o Grupo Parlamentar do PS compromete-se "a propor ou apoiar em sede de especialidade" um conjunto de alterações à proposta de lei de Orçamento do Estado para 2022, desde logo "antecipar para 1 de janeiro de 2022 o aumento extraordinário de pensões".

Comissão Política do PS política
Ver comentários