Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
4

PS CONTRA POSIÇÃO DO GOVERNO

Ferro Rodrigues garantiu, durante o debate parlamentar de hoje, que o PS se opõe a qualquer intervenção militar norte-americana no Iraque fora do quadro das Nações Unidas, deixando claro que estará contra o Governo no caso do apoio de Lisboa a Washington.
12 de Março de 2003 às 18:01
O Partido Socialista argumentou que a contradição entre as posições assumidas pelo Presidente da República, Jorge Sampaio, e o primeiro-ministro Durão Barroso sobre o Iraque são notórias.

O secretário-geral socialista defende que qualquer ataque ao Iraquer deverá ser legitimado pelo Conselho de Segurança das Nações Unidas, concordando com Sampaio, ao afirmar que “o PS faz suas as palavras do Presidente da República, quando declarou que cabe ao Conselho de Segurança, e só a ele, a decisão última sobre o modo de fazer cumprir as suas resoluções”.

Durante a sua intervenção no Parlamento, num dos pontos altos do debate, Ferro Rodrigues advertiu o Governo de que “não pode constitucionalmente, assumir em nome do país qualquer posição assimilável a uma declaração de guerra sem prévia concertação com o Presidente da República e sem autorização da Assembleia da República.”

O líder socialista lamentou também que o Governo, “em vez de trabalhar a favor da unidade europeia, do respeito pela legalidade internacional, pelas Nações Unidas e pelo efectivo desarmamento do Iraque por via pacífica, alinhe incondicionalmente com os falcões da administração Bush.”
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)