Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
5

PS de Vila Real lamenta morte de Júlio Montalvão Machado

A Federação Distrital do PS de Vila Real lamentou esta terça-feira a morte de Júlio Montalvão Machado, o militante número 10 do Partido Socialista, e anunciou o cancelamento de toda a actividade político-partidária no distrito até quarta-feira.
26 de Junho de 2012 às 12:47

Júlio Augusto Morais Montalvão Machado, médico oftalmologista, nasceu na freguesia de São Pedro, em Vila Real. O funeral realiza-se esta terça-feira, pelas 16h00, na Igreja Matriz de Chaves.

Miguel Laranjeiro, do secretariado nacional do PS, vai estar presente no funeral em representação do secretário-geral, António José Seguro.

O presidente da Federação Distrital do PS de Vila Real, Rui Santos, lamentou a morte do homem que considerou ser uma "referência para todos os socialistas portugueses".

"O seu exemplo, a sua capacidade de trabalho, o seu sonho e a sua utopia, são referências que inspirarão todos os socialistas nos combates difíceis que se avizinham por um país mais solidário e coeso", afirmou à agência Lusa.

Rui Santos salientou que Montalvão Machado "deixa um grande legado ao país" e disse ainda estar convencido que, na sexta-feira, a Assembleia da República, por unanimidade, aprovará um voto de pesar pelo falecimento do histórico militante do PS.

"Nem hoje, nem amanhã, nestes dois dias mais próximos, não falaremos rigorosamente nada sobre política partidária no distrito de Vila Real, em respeito e em homenagem também pelo doutor Júlio Montalvão Machado", frisou.

Os deputados do PS tinham anunciado uma acção de protesto para quarta-feira, dia em que se assinala um ano de paragem das obras na Auto-estrada do Marão, que vai ligar Amarante a Vila Real.

A distrital do PSD de Vila Real, liderada por Domingos Dias, também se associou ao pesar pelo falecimento de "um transmontano democrata, convicto das suas ideias e que pautou a sua vida pela defesa dos valores em que acreditava e pela região transmontana".

"A região ficou mais pobre com a sua partida. A toda a família enlutada, a distrital apresenta as suas condolências", referiu o PSD, em nota enviada à agência Lusa.

Montalvão Machado foi o primeiro governador civil do distrito de Vila Real, depois da revolução de 1974, e, em 1979, foi eleito deputado pelo distrito transmontano.

Tomou parte activa na instalação do Instituto Politécnico de Vila Real, que antecedeu a Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD), criou o Arquivo Distrital de Vila Real e dirigiu o plano de colaboração para a saúde, entre Portugal e Noruega.

Ocupou ininterruptamente sucessivos cargos na direcção partidária local e regional e era actualmente o presidente honorário da Federação Distrital do PS de Vila Real.

Montalvão Machado esteve preso durante a ditadura e foi proibido de exercer em hospitais públicos durante esse período.

Júlio Montalvão Machado PSVila Real morte óbito histórico António José Seguro
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)