Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
5

PS DEFENDE HÉLIS DA NATO

O processo dos helicópteros NH-90, destinados ao Exército, vai ser discutido em Setembro no Parlamento, na sequência de notícias divulgadas no sábado que traduziam a suspeita de que o Governo socialista teria assinado um contrato lesivo para o Estado.
20 de Agosto de 2002 às 22:37
De acordo com estas informações, o executivo socialista teria vinculado o Estado a comprar os helicópteros NH-90 sem realizar concurso público, e sem estipular garantias em caso de incumprimento, o que punha em causa a transparência e eficácia do negócio

O PS pretende contestar esta informação no Parlamento, uma vez que, na altura, Portugal optou por entrar no programa de parceria NATO para compra de dez NH-90, o que tornou desnecessária a realização de concurso público. Foi o então secretário de Estado da Defesa José Mourato que, em 21 de de Junho de 2001, vinculou Portugal a este programa. “É tudo perfeitamente claro”, sustentou ontem José Mourato.

O NH-90 entrou formalmente na Lei de Programação Militar pela mão do então ministro da Defesa Rui Pena, depois de a participação financeira nacional (700 mil contos) para entrar na parceria NATO ter sido aprovada pelo Tribunal de Contas.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)