Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
6

PS e PSD sobem nas intenções de voto

Maioria ouviu falar da reforma do Estado mas não tem opinião. 39,2% dos inquiridos dizem que o documento está mal feito.
17 de Novembro de 2013 às 18:00
António José Seguro e Pedro Passos Coelho
António José Seguro e Pedro Passos Coelho FOTO: Tiago Petinga

Bipolarização crescente entre o PS e o PSD. É este o dado mais claro do barómetro Aximage de novembro que o CM publica amanhã. Em tempo de discussão do orçamento para 2014, o PS é quem mais sobe nas intenções de voto, de 30,2 em outubro para os atuais 36,9%, mas o PSD também cresce, de 26,9 para 28,4%.

De resto, todos os outros partidos com representação parlamentar descem nas preferências dos inquiridos do barómetro. O CDS-PP é quem mais cai, de 12,1% para 9,4%, mas a CDU tem um tombo dos anteriores 12,4% para 10,3%. Finalmente, o BE desce de 7,2% para 6,8%.

O barómetro CM/Aximage também perguntou aos portugueses o que pensam sobre o guião da reforma do Estado apresentado pelo vice-primeiro-ministro, Paulo Portas. Entre outros indicadores, revela-se que a maioria já ouviu falar do documento: 55,3% dos inquiridos respondem que sim, enquanto 44,7% dão uma resposta negativa.

Já quanto ao que pensam sobre a reforma proposta, a maioria (48,3%) não tem opinião. Seguem-se os que dizem que o guião está mal feito (39,2%), sendo minoritários os que entendem que está bem feito (10,1%). "Assim-assim" é a resposta de 2,4%.

CLIQUE NAS IMAGENS ABAIXO PARA VER O VÍDEO CMTV

            INTENÇÃO DE VOTO LEGISLATIVO

  QUALIDADE DO GUIÃO DA REFORMA DO ESTADO

 

FICHA TÉCNICA

Universo: indivíduos inscritos nos cadernos eleitorais em Portugal com telefone fixo no lar ou possuidor de telemóvel.

Amostra: aleatória e estratificada (região, habitat, sexo, idade, escolaridade, actividade e voto legislativo) e representativa do universo e foi extraída de um sub-universo obtido de forma idêntica. A amostra teve 602 entrevistas efectivas: 280 a homens e 322 a mulheres; 134 no interior, 251 no litoral norte e 217 no litoral centro sul; 154 em aldeias, 209 em vilas e 239 em cidades.                      A proporcionalidade pelas variáveis de estratificação é obtida após reequilibragem amostral.

Técnica: Entrevista telefónica por C.A.T.I., tendo o trabalho de campo decorrido nos dias 6 a 9 de Novembro de 2013, com uma taxa de resposta de 80,4%.

Erro probabilístico: Para o total de uma amostra aleatória simples com 602 entrevistas, o desvio padrão máximo de uma proporção é 0,020 (ou seja, uma "margem de erro" - a 95% - de 4,00%).

Responsabilidade do estudo: Aximage Comunicação e Imagem Lda., sob a direcção técnica de Jorge de Sá e de João Queiroz.

 

barómetro PS PSD CDS-PP CDU orçamento
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)