Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
6

PS quer candidato forte para Oeiras

Jorge Coelho já lançou o desafio: “O PS saberá escolher o melhor [candidato] que há no partido para ganhar a Câmara Municipal de Oeiras.” O coordenador nacional autárquico garantiu mesmo que “o PSD escusa de fazer intrigas, usar jornais e jornalistas”, pois os socialistas irão “derrotar Teresa Zambujo, Isaltino Morais e outros candidatos” à autarquia de Oeiras.
1 de Maio de 2005 às 00:00
Jorge Coelho quer tirar a Câmara de Oeiras ao PSD
Jorge Coelho quer tirar a Câmara de Oeiras ao PSD FOTO: Manuel Moreira
Jorge Coelho, que falava ontem na apresentação do manifesto eleitoral, referia-se a uma notícia publicada ontem no jornal ‘Expresso’, que adiantava que Isaltino Morais contava com a sua ajuda para ganhar a autarquia. “Há coisas que eu não gosto de ver escritas sobre mim”, concluiu.
No âmbito da questão das autárquicas, Jorge Coelho admitiu ainda a possibilidade de acordos pós-eleitorais com o PCP em Lisboa. “Se fosse agora era melhor, se for depois também é uma oportunidade de trabalharmos juntos”, assegurou o coordenador autárquico depois de relembrar uma frase dita pelo líder do PCP, Jerónimo de Sousa: “Amigo não empata amigo.”
Apesar desta abertura a futuros entendimentos, Jorge Coelho não deixou de criticar o PCP ao acusar o partido de atrasar e imobilizar o desenvolvimento na região. O deputado socialista mostrou-se ainda descontente com a coligação dos comunistas com o PSD no Barreiro. “Isto não é de esquerda, é fazer fretes à direita”, afirmou Jorge Coelho.
Na apresentação do manifesto eleitoral do PS esteve presente António Vitorino, Manuel Maria Carrilho, o ministro das Obras Públicas, Mário Lino, e o ministro da Solidariedade, Vieira da Silva.
SEGURO RECUSOU CANDIDATURA
António José Seguro foi sondado pela direcção nacional do PS para se candidatar a várias câmaras, entre elas a de Oeiras ou mesmo Cascais, mas disse não.
Segundo apurou o CM junto de fontes próximas do ex-líder parlamentar, “o compromisso de António José Seguro é com o distrito de Braga”, por onde, aliás, foi eleito. E tenciona “honrá-lo”.
O nome do também ex-ministro seria o ideal para tentar retirar ao PSD o concelho de Oeiras. Mas Seguro recusou. Há quem ainda aguarde pela influência de Jorge Coelho junto de Seguro. Contudo, o facto de não ter sido escolhido para integrar o Executivo não deixa grande espaço de manobra a Coelho.
Ver comentários