PS tem "saúde" porque rejeitou a direita e os frentismos

Ferro Rodrigues discursou nas Jornadas Parlamentares do PS em Bragança.
25.05.17
  • partilhe
  • 9
  • +
PS tem "saúde" porque rejeitou a direita e os frentismos
O presidente da Assembleia da República, Eduardo Ferro Rodrigues Foto Miguel A. Lopes/Lusa
O presidente da Assembleia da República, Ferro Rodrigues, considerou esta quinta-feira que o PS liderado por António Costa escapou às crises de outros partidos socialistas porque rejeitou as alianças com a direita, mas também os frentismos de esquerda.

Ferro Rodrigues, antigo secretário-geral do PS (2002-2004), defendeu esta tese sobre a importância de o seu partido se manter "no centro da esquerda, fiel à sua matriz" ideológica, no jantar que encerrou o primeiro de dois dias de Jornadas Parlamentares em Bragança.

Discursando perante os deputados socialistas, o antigo ministro dos governos liderados por António Guterres referiu que, do ponto de vista pessoal, se tem interrogado sobre "qual será o segredo do sucesso comparativo dos socialistas portugueses" face a outros partidos da mesma família política.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!