PSD acusa Governo de andar "a anunciar propaganda enganosa"

Líder parlamentar dos sociais-democratas exigiu "explicações muito claras e objetivas".
Por Lusa|27.05.17

O líder parlamentar do PSD, Luís Montenegro, disse este sábado que o Governo "anda há muitos meses a anunciar propaganda enganosa", reagindo ao caso de estagiários não remunerados em funções permanentes num organismo do Estado.

"Bem prega frei Tomás: 'olha para o que ele diz, não olhes para o que ele faz'. Este Governo é um Governo que anda há muitos meses a anunciar uma publicidade enganosa. A anunciar a integração de precários nos quadros permanentes da administração, a anunciar a intenção de acabar com a precariedade na administração pública, mas ao mesmo tempo a usar subterfúgios como aquele que hoje foi noticiado", disse Luís Montenegro.

A imprensa portuguesa revela hoje que o Centro Jurídico da Presidência do Conselho de Ministros (CEJUR) abriu uma nova unidade, com a função de avaliar o impacto das leis, que é maioritariamente constituída por estagiários. São quatro estagiários, contra dois consultores economistas do próprio centro. Os estágios - curriculares, não remunerados - foram divulgados junto de alunos de várias universidades.

Em declarações aos jornalistas, na Maia, distrito do Porto, à margem da Convenção Autárquica Nacional do PSD, o líder parlamentar dos sociais-democratas exigiu "explicações muito claras e objetivas", considerando como "não admissível que no centro da governação, na presidência do Conselho de Ministros, se tenha uma atitude ilegal e impropria".

"Independentemente das explicações que queiram agora adiantar, parece que a situação existe e é indesmentível, este Governo prega uma coisa e faz outra", disse Luís Montenegro, segundo o qual "só no primeiro trimestre de 2017 entraram para a Administração Pública mais de cerca 4.000 funcionários com vínculo precário".

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!