Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
8

PSD: Borges recusa novo congresso

O vice-presidente do PSD, António Borges, considerou esta quarta-feira que “não faz qualquer sentido” a realização de um congresso extraordinário no primeiro trimestre de 2009, rejeitando assim a ideia avançada pelo ex-líder do partido, Luís Filipe Menezes.
10 de Setembro de 2008 às 12:43
António Borges não quer congresso extraordinário do PSD
António Borges não quer congresso extraordinário do PSD FOTO: André Kosters/Lusa

Sobre uma eventual recandidatura de Menezes à liderança do partido, António Borges afirmou tratar-se de “debates sobre os quais o PSD não se pronuncia”. “Temos um único objectivo que é o de nos prepararmos para o combate decisivo no próximo ano com o PS, tudo o resto é completamente marginal”, afirmou o vice-presidente dos sociais-democratas, à margem de uma reunião com a CAP.

Sobre as declarações do deputado socialista Paulo Pedroso, que hoje admitiu a reedição do ‘Bloco Central’ caso o PS não garanta a maioria absoluta nas eleições legislativas de 2009, Borges escusou-se a comentar, mas sempre foi dizendo que esse cenário “não está de todo em cima da mesa”.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)