Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
4

PSD ganha maioria na Assembleia Municipal

Inesperada para os social-democratas foi a eleição de Paula Teixeira da Cruz como presidente da Assembleia Municipal de Lisboa, órgão autárquico que o PSD não pensava ganhar, sobretudo com maioria absoluta, como aconteceu ao eleger 56 dos 107 deputados.
11 de Outubro de 2005 às 00:00
Com esta vitória, o futuro executivo camarário liderado por Carmona Rodrigues terá a vida facilitada, pois proposta aprovada na autarquia sairá vitoriosa da Assembleia Municipal, o que não acontece na actual gestão. Até aqui, o PS e o PCP, aliados, têm a maioria na Assembleia, um facto muitas vezes evocado pelo ex-presidente Santana Lopes, para acusar aquele órgão de bloqueio à governação da cidade.
A Assembleia Municipal é composta por deputados eleitos directamente (54) e por presidentes das juntas de freguesia (53). Assim, o PSD elegeu 56 deputados: 23 directamente e 33 presidentes de juntas. Ou seja, os social-democratas ganharam, nesta autárquicas, 15 juntas de freguesia.
O PS elegeu 28 deputados, 16 directamente e 12 juntas de freguesia - perdeu quatro juntas - e a CDU 15 deputados, sete directamente e oito juntas de freguesia, tendo perdido 12 juntas.
Além destas forças políticas, a Assembleia Municipal tem ainda representantes do Bloco de Esquerda (BE) e do CDS-PP eleitos directamente.
O BE elegeu cinco deputados (mais três) e o CDS-PP três deputados (menos um).
Conhecidos os resultados, a candidata socialista à presidência da Assembleia, Maria de Belém deverá assumir a liderança do grupo municipal do PS, presidido actualmente por Dias Baptista, que, por seu lado, integrará o executico municipal, assumindo o lugar de vereador.
MARVILA E BENFICA
Duas das maiores juntas de freguesia de Lisboa mudaram de mãos. Os socialistas perderam Benfica para os social-democratas (32,40% e 37,63% respectivamente) e ganharam Marvila aos comunistas (32,47 e 25,03%). Já Santa Maria dos Olivais esteve rés-vés: o PS manteve esta freguesia por pouca margem, alcançando 35,84% contra 31,16% do PSD.
CDU MANDA NA GRANDE LISBOA
A CDU deverá ganhar ao PS a presidência da Junta Metropolitana de Lisboa, após as eleições autárquicas de domingo, em que a coligação de esquerda conquistou oito dos 18 municípios da Área Metropolitana, contra cinco dos socialistas.
Na Área Metropolitana de Lisboa (AML), a coligação PCP-Verdes ganhou em oito concelhos, dos quais Alcochete, Barreiro e Sesimbra foram conquistados ao PS, e manteve a presidência das câmaras de Almada, Moita, Palmela, Seixal e Setúbal.
O PS conserva as autarquias da Amadora, Montijo, Vila Franca de Xira, Odivelas e Loures. Lisboa, Sintra, Mafra e Cascais continuam a ser presididos pelo PSD, que perdeu a câmara de Oeiras para o independente Isaltino Morais.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)