Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
1

PSD insiste no consenso

Os sociais-democratas lembram a necessidade de alcançar acordos além da legislatura.
28 de Agosto de 2013 às 01:00
Jorge Moreira da Silva participou nos trabalhos da Universidade de Verão do PSD
Jorge Moreira da Silva participou nos trabalhos da Universidade de Verão do PSD FOTO: Nuno Veiga/Lusa

São chamados todos a um compromisso político alargado, além de uma legislatura. A ideia foi deixada pelo ministro do Ambiente e primeiro-vice-presidente do PSD, que corrobora desta forma as palavras de Marco António Costa e também de Pedro Passos Coelho, durante o discurso do líder do PSD na festa do Pontal, há duas semanas.

Jorge Moreira da Silva afirmou que não pretende pressionar o Tribunal Constitucional, mas reconheceu que há uma necessidade perante a atual situação do País, de todos serem chamados, partidos e órgãos de soberania, para que se mobilizem por uma estratégia de médio e longo prazo.

Moreira da Silva afirmou aos jornalistas, à margem dos trabalhos da Universidade de Verão do PSD, que "há muitos problemas estruturantes que necessitam de reformas além de uma legislatura".

Interrogado pelo CM sobre a possibilidade de uma revisão constitucional para contornar eventuais violações do texto fundamental, o vice-presidente social-democrata considerou que "não pretende criar dificuldades adicionais sobre possíveis entendimentos", deixando, no entanto, a porta aberta a essa possibilidade. Já Carlos Moedas considerou ser "muito cedo" para fazer uma avaliação sobre o futuro do programa de ajustamento, afirmando acreditar que Portugal "vai voltar" a crescer.

A Universidade de Verão do PSD vai contar ainda com as presenças de Marcelo Rebelo de Sousa e Pedro Santana Lopes.

O líder do PSD, Passos Coelho encerra os trabalhos no domingo.

PSD consenso Carlos Moelas Jorge Moreira da Silva universidade de verão
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)