Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
6

Rangel questiona capacidade de PS governar

Eurodeputado diz que partido "não se governa a si próprio".
2 de Setembro de 2016 às 14:21
O eurodeputado do PSD Paulo Rangel
O eurodeputado do PSD Paulo Rangel FOTO: Nuno Veiga/Lusa
O eurodeputado do PSD Paulo Rangel colocou esta sexta-feira em causa a capacidade do PS governar Portugal, questionando que se um partido "não se governa a si próprio" como conseguirá governar o país.

Partindo do problema da Segurança Social, Paulo Rangel reconheceu a necessidade de apoiar os desempregados, reformados e as pessoas com deficiência, mas lembrou que é preciso também ver como isso se vai pagar.

"Este Governo está a meter a cabeça na areia, António Costa está a fugir a este debate como o diabo da cruz e este é um debate essencial (...) que mais uma vez tem a ver com as contas, porque é importante, não há liberdade se não houver alguma autonomia económica", disse o eurodeputado social-democrata, que falava numa 'aula' da Universidade de Verão do PSD.

E, desta afirmação, partiu para a ironia: "Até digo com alguma ironia, hoje vem uma notícia de que o PS está quase na falência como partido, pois se o PS não se governa si mesmo, como é que há-de governar o país? Esta é que é a questão".

O Jornal de Notícias noticia, na sua edição de hoje, que o PS está "em falência", com "um passivo de 21 milhões de euros", tendo deixado de financiar atividades das suas comissões concelhias e sido obrigado a pedir aos líderes locais que assumam o pagamento de despesas, como a água ou a luz.

Entretanto, num comunicado da comissão permanente dos socialistas colocado na rede social Facebook, o PS já esclareceu que iniciou "um processo de amortização" da sua dívida, que está a ser "negociado com as instituições de crédito" e "permitirá uma redução sustentada do seu endividamento".

PSD Paulo Rangel PS Portugal Segurança Social Governo António Costa media
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)