Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
7

Reitor do Algarve apoia Mário Soares

Mário Soares afirma que ainda está em período de reflexão e não confirma o anúncio de candidatura no dia 31, mas anteontem defendeu, em Faro, um desenvolvimento económico sustentável para o País. Contou ainda com o apoio do reitor da Universidade do Algarve e ex-responsável máximo do Conselho de Reitores das Universidades Portuguesas. Adriano Pimpão, que esteve no jantar, declarou: (Soares) “Reúne todas as condições para ser um bom Presidente”.
29 de Agosto de 2005 às 00:00
Soares e Adriano Pimpão, reitor da Universidade do Algarve
Soares e Adriano Pimpão, reitor da Universidade do Algarve FOTO: Carlos Almeida
O fundador do PS, por seu turno, considerou o desenvolvimento económico sustentável como um instrumento para contrariar o cenário nacional. “Todos os dias ficamos esmagados com aquilo que vemos e ouvimos na televisão”, criticou o antigo dirigente socialista. Soares, que falava para uma plateia maioritariamente jovem, durante a gala organizada pela Associação Nacional de Jovens Empresários (ANJE) do Algarve no anfiteatro universitário das Gambelas, traçou um negro perfil do País, responsável pela perda da autoestima colectiva.
“São só desgraças e coisas más, que se repetem e nos magoam, retirando-nos a autoestima”, salientou Soares, dando, no entanto, um voto de confiança à direcção do núcleo da ANJE: “É o lado bom de Portugal. Há novidade, inovação, vontade de fazer coisas novas, de competir e de conseguir puxar para cima e para diante o nosso País. Isso é extremamente importante”, disse.
Mário Soares recusou-se a fazer comentários sobre a posição de Manuel Alegre e do apoio do empresário Belmiro de Azevedo a Cavaco Silva, dizendo que “ainda não estava na fase do comentário”, porque não tinha acabado o período de reflexão.
ALEGRE RECUSA CAMPANHA
Manuel Alegre declarou ontem ao CM que não é por enquanto candidato, nem vai “fazer campanha”.
Mas, ressalva, não renunciar aos “direitos constitucionais”, remetendo uma decisão para “depois das autárquicas”, momento em que “avaliará” a situação política”, incluindo “a leitura dos resultados das sondagens” para então lançar a candidatura “se chegar à conclusão que essa é a melhor solução para a democracia”. O CM sabe estar prevista para breve uma iniciativa de apoio a Manuel Alegre.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)