Barra Cofina

Correio da Manhã

Política

Relvas substituído por dois

Foi, como se esperava, uma remodelação minimalista, um ‘dois por um’: o primeiro-ministro decidiu ontem substituir Miguel Relvas, há uma semana em compasso de espera para sair, por Luís Marques Guedes, para ministro da Presidência e dos Assuntos Parlamentares, e Miguel Poiares Maduro, para a nova pasta de ministro Adjunto e do Desenvolvimento Regional.
12 de Abril de 2013 às 01:00

O Presidente da República recebeu Passos Coelho, aceitou as substituições, e a posse está marcada já para amanhã, às 12h00, no Palácio de Belém.

Com a divisão do ministério de Miguel Relvas em dois, o Governo ficará com 12 ministros, sendo que se seguirá a nomeação de secretários de Estado para os dois novos ministérios. Ao aumentar o Executivo, Passos responde também às críticas de que o Governo era demasiado pequeno para resolver as dificuldades do País.

Com a entrada de Miguel Poiares para o Governo, Passos Coelho tenta assegurar uma boa coordenação do processo legislativo do Executivo, já que este é um reputado jurista. Por outro lado, a promoção de Luís Marques Guedes, atual secretário de Estado da Presidência e com uma grande experiência como deputado, tendo mesmo sido líder parlamentar do PSD, visa manter uma boa organização dos assuntos parlamentares.

Fontes partidárias contactadas pelo CM justificam o facto de o líder parlamentar do PSD, Luís Montenegro, não ter ido a ministro com a dificuldade de o substituir na liderança da bancada laranja. Apesar destas alterações, não ficou afastada a possibilidade de uma remodelação do Governo mais alargada, antes ou depois das eleições autárquicas, que deverão ocorrer no início de outubro.

miguel relvas passos coelho remodelacao ministro
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)